quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Dia Mundial do Doente - A Fé também cura


Celebra-se hoje o Dia Mundial do Doente. Altura propícia para nos lembrarmos de todos os que sofrem no corpo ou na alma. E de lhe levarmos uma palavra de Fé e Esperança.

Dizia-me há dias uma pessoa que, após uma operação melindrosa, o capelão do hospital lhe trouxe a Sagrada Comunhão e as violentas dores lhe passaram como que milagrosamente.

Especialmente nos Estados Unidos, diversos estudos têm constatado a relação entre a fé e a cura. Um estudo da Faculdade de Medicina de Dartmouth revelou que a probabilidade de pacientes cardíacos morrerem após a cirurgia era 14 vezes maior entre aqueles que não encontravam conforto na religião.
Num prazo de seis meses após a cirurgia, 21 pacientes morreram – mas entre os 37 que se declararam "profundamente religiosos" não ocorreu nenhuma morte.
Um outro estudo dá conta de que as pessoas religiosas se restabelecem mais depressa após uma operação: os praticantes assíduos levam de 4 a 5 dias a sair do hospital após uma cirurgia. Os que não são religiosos precisam de cerca de 12 dias.

Na verdade, este é um fenómeno que tem chamado a atenção de muitos estudiosos ao redor do mundo, pois está ficando evidente que a fé capacita a viver mais e melhor. Cultivar, pois, a fé e a esperança nos doentes é meio caminho andado para a cura. Fazem bem aqueles médicos que dizem ao doente que, se ele é religioso, reze a Deus com muita fé e Deus o ajudará a ultrapassar a doença.


Habituemo-nos a rezar, pois, por todos os doentes, sobretudo os nossos familiares e conhecidos. A oração e a fé tem grande poder.

5 comentários:

Em contra-corrente disse...

Coitados dos doentinhos!
Rezemos um Pai nosso por eles.

Joaquim Costa disse...

É interessante o que dizes. Se é assim temos de pedir uma indemnização ao Sócrates, pois damos menos despesa ao estado.

Olivia Mendes disse...

È uma pena se só nos lembrarmos dos doentes em 11 de Feereiro. Os dias mundiais são para chamar a atenção e não para depois desligarmos.

Dennys Reys disse...

O poder de Deus é tão real. Por que será que muitos duvidam disso?

Maria João disse...

Pois ... Mas não se dá muita importância a estes estudos...

Não interessa aos grandes lóbis?????




beijos